Como conseguir uma boa hidratação

Saiba porquê e como poderá garantir uma boa hidratação ao seu organismo.

 

Texto: José Luís Medina (Endocrinologista)

In revista Diabetes Viver em Equilíbrio, Ed. 83

 

Uma parte significativa da população portuguesa não bebe a quantidade de líquidos suficiente para manter uma hidratação saudável. Não podemos esquecer que o corpo humano é constituído por, mais ou menos, 75% de água. Entre os nutrientes essenciais está a água, o elemento fundamental para uma hidratação aconselhável.

É frequente perguntar às pessoas que nos procuram como médicos, se bebem água em quantidade suficiente. As respostas são de vária ordem: não gosto de beber água “simples”, não gosto de beber água, custa-me beber água, nunca bebo água, a água enjoa-me.

Poderá ultrapassar algumas destas situações aromatizando a água com sumo de limão, por exemplo, ou bebendo tisanas. Algumas pessoas ignoram as funções importantes da água o que implica que se dê informação adequada para tentar obter a adesão dessas pessoas a uma ingestão útil de acordo com as recomendações habituais.

 

Como perdemos líquidos

A água é o maior componente do nosso organismo e só conseguimos sobreviver sen água durante poucos dias. Sem água podemos sofrer consequências graves para o organismo como sejam a subida da pressão arterial para níveis perniciosos, mau funcionamento cardíaco e renal. O que perdemos de líquidos? Perdemos entre 1800 e 2300 ml/dia. Como? Através de funções fisiológicas normais como transpiração, exalação de vapor de água pela respiração, urina e pelas fezes.

 

Que quantidade ingerir

Qual é a quantidade de água que devo beber por dia? As necessidades de cada um são variáveis de acordo com algumas circunstâncias como o clima, a atividade física, a idade, o tipo de trabalho. Uma regra prática dos 8×8 (8 copos de 250 ml/dia) em média. Em casos de exercício intenso deve pesar-se antes e depois do exercício e beber líquido (preferencialmente água) de acordo com a perda de peso, isto é, por cada meio quilograma perdido deve beber dois copos de água. Assim conseguimos repor as perdas de água que se deram durante o exercício. Mas estas perdas podem ser maiores se o exercício foi muito intenso e praticado em clima muito quente e húmido. Há uma regra prática que nos pode ajudar para saber se estamos a beber líquidos em quantidade suficiente: olhe para a urina quando for urinar – se for límpida como água e sem cheiro é porque está a beber líquidos em quantidade adequada.

 

A melhor escolha

Sobre bebidas desportivas: melhor que água? Em alguns casos. A reposição de eletrólitos só será necessária em alguns poucos casos (atenção ao açúcar e às calorias). Por exemplo, em caso de exercício intensivo mais do que 1 hora/dia, ou atividade física muito ativa em climas muito quentes ou muito húmidos.

Para a maioria a água é a melhor escolha. Deve substituir-se a quantidade de líquidos que se perde por dia – pelo menos 8 copos de água/dia. Com ingestão adequada de água há menor risco de litíase urinária e pensa-se que haverá menor risco de cancro do cólon e da bexiga. A desidratação é a causa número um da fadiga e de cefaleias associadas a fadiga.

 

Como manter a hidratação

A hidratação pode ser mantida de várias formas: não só água mas também sopa, fruta, sumos, leite, chá ou tisanas (cafeina aumenta diurese), soft drinks (bebida fria, doce, sem álcool vendida em garrafa ou lata) e líquidos contidos nos alimentos. No entanto, CUIDADO com as calorias adicionais contidas noutras bebidas. As pessoas com diabetes devem evitar bebidas com açúcar. O que se aconselha: beba água, leve água consigo no carro, no escritório, substitua outras bebidas por água; não se esqueça de aconselhar crianças a beber água em vez de outras bebidas, nomeadamente durante as refeições.

 

O papel dos profissionais de saúde

Os profissionais de saúde devem, sempre que possível, indagar junto das pessoas que os procuram, o seu comportamento face à hidratação, informando sobre os comportamentos a modificar e lembrando as vantagens de uma boa hidratação. Seja um defensor da hidratação. Dê o exemplo bebendo água.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password