50 dicas para controlar a diabetes nas férias

Conselhos práticos e úteis na gestão da diabetes fora da rotina diária.

 

Texto: Ana Margarida Marques

Revisão científica: Luis Gardete Correia (médico da APDP)

In Revista Diabetes Viver em Equilíbrio, Ed. 75

 

MANTENHA A HIDRATAÇÃO E REFORCE AS RESERVAS HÍDRICAS

  1. Beba 1,5-2 l. de água por dia. Se a temperatura ambiente for elevada, aumente as quantidades de água para manter o corpo hidratado.
  2. Ingira alimentos ricos em água, como sopas, saladas e fruta fresca. A ingestão de alimentos ricos em água não substitui a necessidade de beber água.
  3. Previna e saiba identificar os riscos de desidratação como dor de cabeça, fraqueza, tonturas, cansaço e boca seca.

 

SIGA UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E EQUILIBRADA

  1. Organize as horas das refeições. Evite estar muito tempo sem comer. Mantenha controlada a saciedade e os níveis de glicemia.
  2. Se comer fora de casa, evite os excessos alimentares.

Por exemplo:

  • Abdique das entradas.
  • Quando faz o pedido, substitua batatas fritas por arroz
    Se come sopa, coma menos arroz no segundo prato.
  • Peça sopa de legumes sem batata.
  • Caso peça sobremesa, prefira fruta em vez de doces. Outra opção é dividir uma sobremesa.
  • Divida doses ou peça meias doses.
  1. Peça a orientação e os conselhos do seu nutricionista. Coma bem fora de casa, na praia, no campismo, em hotéis ou em restaurantes.

 

ATENÇÃO AOS ALIMENTOS E BEBIDAS DE VERÃO

  1. Este verão opte por gelados caseiros, feitos à base de iogurte e de fruta.
  2. Prepare lanches para comer quando sai de casa. A fruta, os iogurtes e o pão são opções saudáveis, ao contrário dos gelados, dos bolos e das batatas fritas – que são os alimentos mais acessíveis e disponíveis nos estabelecimentos comerciais.
  3. Evite ingerir bebidas alcoólicas. Prefira sempre beber água.
  4. Evite os sumos de frutas. Coma antes a fruta fresca de forma isolada.
  5. Opte por chás caseiros sem adição de açúcar. Evite refrigerantes.

 

GANHE ENERGIA. COMBATA O SEDENTARISMO.

  1. Mantenha a atividade física durante as férias. O exercício reduz os níveis de glucose no sangue, ajuda a regular a tensão arterial e os níveis de colesterol.
  2. Tire proveito do bom tempo para exercitar o corpo no verão. Caminhar ou correr ao ar livre, nadar, jogar à bola, dançar, andar de bicicleta.
  3. Descanse e durma bem. Aumente o bem-estar e procure relaxar.

 

PROTEJA-SE DO SOL E DO CALOR

  1. Proteja a medicação oral e a insulina do sol e do calor. Guarde a insulina numa caixa apropriada. O calor pode interferir com o estado dos medicamentos e respetivos equipamentos, como glucómetros e tiras-teste.
  2. Proteja os equipamentos e consumíveis, como os glucómetros e as tiras-teste.
  3. Guarde a medicação num local fresco e seco.
  4. Não administre a insulina com a pele exposta ao sol. A temperatura ambiente provoca alterações na velocidade de absorção da insulina.

 

CUIDE DOS PÉS NA ÉPOCA BALNEAR

Se tem alterações de sensibilidade devido à diabetes, deve proteger os pés:

  1. Evite o calçado aberto, por exemplo os chinelos e as sandálias. Com o pé protegido, evitará uma lesão provocada por agentes externos.
  2. Não ande descalço nas praias ou nas piscinas. A areia e os ladrilhos atingem temperaturas de 55-60.º C, causando queimaduras.
  3. Use uma proteção dentro de água. Opte por sapatos para desportos náuticos ou meias de surfista para proteger os pés.
  4. Evite ter os pés molhados durante muito tempo. A seguir ao banho, retire o calçado e seque bem os pés, especialmente entre os dedos.
  5. Verifique bem o interior dos sapatos antes de se calçar. Com a sua mão, confirme se o calçado contém areia, pedras ou outros fragmentos que possam ferir o pé.
  6. Calce meias para evitar sofrer agressões nos pés. Mesmo estando calor, é importante que o pé fique protegido dentro do sapato.
  7. O elástico da meia não deve apertar a perna para facilitar a circulação sanguínea.
  8. Use meias de algodão para facilitar as trocas da transpiração. É importante que o pé esteja confortável dentro do calçado.
  9. As meias não devem ter costuras internas para não provocar lesões. Se for necessário, calce as meias ao contrário, deixando a costura para fora e evitando assim a lesão no pé.

 

SE VIAJAR, LEVE CONSIGO

  1. Organize uma caixa de primeiros socorros com medicação para enjoo, vómitos, diarreia, desidratação, alergia, febres e dores de cabeça.
  2. Para onde vá, deve incluir na mala desinfetantes de feridas e pensos rápidos.
  3. Dependendo do destino, um repelente de insetos.
  4. De acordo com o país para onde vá, tenha o plano de vacinação atualizado.

 

FORA DO PAÍS, ATENÇÃO À ÁGUA E AOS ALIMENTOS

  1. Beba água e outras bebidas engarrafadas. Exclua os cubos de gelo das bebidas.
  2. Lave os dentes com água engarrafada.
  3. Coma os vegetais sempre bem cozinhados. Evite alimentos como molhos.
  4. Beba leite de pacote pasteurizado.

 

VIAJE SEMPRE COM A DOCUMENTAÇÃO

  1. Viaje com um cartão em língua inglesa e do país a visitar informando que tem diabetes e as atitudes a tomar em caso de hipoglicemia (fornecido na APDP).
  2. Se viajar dentro da Europa, peça o Cartão Europeu de Saúde na ARS (formulário europeu E111).
  3. Se fizer insulina, leve uma carta do médico em língua portuguesa e inglesa, informando que tem diabetes e que necessita de transportar insulina na bagagem de mão (para viajar de avião).

 

SE VAI VIAJAR DE AVIÃO, INCLUA NA BAGAGEM DE MÃO

  1. Transporte sempre consigo lanches (bolachas, pão)
  2. Viaje com o aparelho de avaliação da glicemia e lancetas.
  3. Tenha consigo tiras de teste para determinar a glicemia (em caso de indicação médica tiras de cetonemia).
  4. Viaje com duas embalagens de glucagon.
  5. Inclua na bagagem o dobro da medicação (insulina / comprimidos) necessária para a duração da viagem.
  6. Se toma insulina, tenha uma caneta suplente de insulina e seringas de insulina para o caso de extravio ou avaria das canetas.

 

SE VAI VIAJAR PARA OUTRO PAÍS

  1. Informe-se previamente da duração da viagem.
  2. Saiba qual a temperatura de país para onde vai.
  3. Conheça as condições de higiene do país a visitar.
  4. Procure saber quais os tipos de alimentos que vai encontrar.
  5. Obtenha informação sobre as associações locais de pessoas com diabetes.
  6. Prepare com a sua equipa de saúde um esquema de administração de insulina ou comprimidos adaptados à sua viagem.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!