Marcelo Rebelo de Sousa condecorou APDP pelo seu «papel pioneiro e de constante luta pela causa da diabetes»

Cumpriu-se um «dever de justiça nacional» e foi manifestada a «gratidão da sociedade portuguesa» a uma associação que tem tido um «papel pioneiro e de constante luta pela causa da diabetes», disse ontem o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, por ocasião da condecoração da Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) com o título de membro honorário da Ordem do Infante D. Henrique.

«A APDP tem tido um papel formativo, pedagógico, mobilizador, representando o que de melhor existe na verdadeira sociedade civil», acrescentou, na cerimónia que decorreu no antigo Museu dos Coches, em Lisboa.

O anúncio já tinha sido feito pelo Presidente da República no 90.º aniversário da Associação, a 13 de maio, tendo sido agora, atribuída, «com honra», a prometida insígnia. Um mérito que, para o presidente da APDP, Luis Gardete Correia, vem reconhecer «o papel já histórico da Associação na promoção da saúde pública, o seu trabalho, a dedicação, a abnegação ao longo de décadas».

 

 

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!