Diabetes tipo 1 na escola

Conselhos e estratégias para os pais
Todas as crianças e adolescentes com diabetes tipo 1 passam grande parte do dia na escola, o que constitui um desafio para os pais/cuidadores, equipa de saúde e profissionais de educação.
Os profissionais de saúde devem fornecer aos pais e profissionais de educação, (in)formação que permita incluir a criança em todas as atividades da escola, mantendo o controlo metabólico adequado e reduzindo as complicações agudas (hipoglicemia e hiperglicemia).
Uma boa integração em ambiente escolar melhora a aceitação da doença e o controlo metabólico, por isso é fundamental todo o empenho da equipa multidisciplinar de saúde (médico, enfermeiro, nutricionista e psicólogo) e profissionais de educação (educadores de infância, professores, auxiliares e funcionários dos refeitórios).

Cursos da APDP
Os pais podem informar a escola sobre o curso da APDP de Cuidados à Criança e Jovem com Diabetes Tipo 1, dirigido à equipa escolar e de apoio social:

Calendário 2019:

Tratamento com bomba de insulina (9h30-16h00)

16, 30 Janeiro / 6 Março / 17 Abril / 22 Maio / 11,18 Setembro / 13 Novembro / 18 Dezembro

Tratamento com múltiplas injeções de insulina (9h30-13h30)

9 Janeiro / 13 Fevereiro / 10 Abril / 12 Junho / 16 Outubro / 11 Dezembro

Local da formação: APDP – Rua Rodrigo da Fonseca, n.º 1, 1250-203 Lisboa
Inscrições: 21 381 61 40 / cursos@apdp.pt

A ida para a escola pela primeira vez

  1. Contactar a direção da escola ou do agrupamento, e a professora ou educadora, e dar conhecimento de que o seu filho/a tem diabetes tipo 1 e que vai necessitar da colaboração da equipa escolar para os seus cuidados e tratamento (avaliação da glicemia capilar, injeção de insulina, tratamento de hipoglicemia, contagem de hidratos de carbono).
  2. Informar a escola sobre a orientação 006/2016 da Direção Geral da Saúde (DGS)
  3. Contactar a enfermeira da saúde escolar e dar conhecimento de que o seu filho/a tem diabetes tipo 1 e vai frequentar uma escola da sua área de intervenção.
  4. Informar sobre o material que a criança ou adolescente deve ter na escola (glucagen) e o que devem levar para a escola todos os dias (aparelho para avaliação da glicemia e cetonemia e tiras, caneta de insulina, agulhas, pacotes de açúcar).
  5. (In)formar o responsável pela criança ou adolescente na escola sobre tratamento de hipoglicemia e como realizar a glicemia e injeção de insulina.

Cuidados na escola

  • Pré-escolar: existe total dependência de um adulto para realizar o tratamento.
  • 1.º ciclo: pode efetuar o teste de glicemia com supervisão de um adulto, mas necessita de ajuda para o restante tratamento.
  • 2.º/3.º ciclo: necessita de supervisão de um adulto no tratamento da diabetes.

Estratégias sobre a alimentação na escola

  • As recomendações alimentares para as crianças e adolescentes com diabetes tipo 1 baseiam-se nos princípios de alimentação saudável recomendados para todas as crianças. Assim, refeições saudáveis para todos é o ideal.
  • Os alimentos que contenham hidratos de carbono não devem ser restringidos, mas sim ingeridos nas quantidades adequadas às necessidades (variáveis ao longo do crescimento), e priveligiando os mais saudáveis.
  • O tratamento implica a administração diária de insulina às refeições principais (segundo o esquema prescrito pelo médico), cuja dose depende da glicemia antes da refeição e da quantidade de hidratos de carbono a ingerir nessas refeições.

Refeições escolares
Assegure a colaboração da equipa escolar para:

  • Ajudar/fazer a contagem de hidratos de carbono às refeições.
  • Acompanhar as crianças à hora das refeições de modo a verificar a ingestão dos alimentos.
  • Informar os pais sobre alterações da rotina escolar.

Conselhos sobre a prática de exercício na escola
O exercício físico é fundamental na vida da criança/adolescente com diabetes tipo 1 porque constitui um dos pilares da terapêutica e promove hábitos de vida saudável. Existem alguns cuidados a ter durante a prática de exercício para otimizar a “performance” e prevenir a hipoglicemia. A equipa de saúde deve fornecer recomendações específicas sobre: ajustes de doses de insulina antes e após o exercício, eventual necessidade de reforços alimentares e situações que impeçam a prática desportiva.

 

Autoras:
Maria João Afonso (nutricionista APDP)
Marina Dingle (enfermeira APDP)
Sofia Castro (pediatra APDP) 

in revista “Diabetes – Viver em Equilíbrio”, n.º 44

 

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!