APDP pioneira na colocação de bombas de insulina inteligentes

APDP Pioneira bombas de insulina

Três pessoas com diabetes seguidas na APDP estão a participar num projeto piloto e colocaram, pela primeira vez, uma bomba de insulina inteligente.

Apesar de ainda não estarem disponíveis em Portugal, estas bombas já estão aprovadas na Europa e têm muito sucesso em alguns países europeus e nos Estados Unidos da América. Este modelo é o que mais se aproxima de um pâncreas artificial e traz benefícios do ponto de vista da gestão da diabetes, permitindo às pessoas com diabetes evitar crises de hiperglicemia e de hipoglicemia.

João Filipe Raposo, diretor clínico da APDP, explica, em entrevista ao Correio da Manhã, que o algoritmo desta nova bomba de insulina vai aprendendo todas as rotinas da pessoa: “Ao longo de um dia, o nosso estado de humor, a alimentação e até a atividade física variam muito e tudo isto influencia a resposta do nosso corpo, assim como a própria absorção da insulina. É esta variabilidade que o algoritmo vai aprendendo de forma a conseguir adaptar as administrações de insulina”.

A APDP é a primeira associação em Portugal que recebeu estes dispositivos médicos para um projeto piloto de utilização das bombas.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password