APDP inicia uma política pró-ativa de testagem a todos os seus colaboradores

A APDP arrancou hoje com uma política pró-ativa de testar, regularmente, o vírus SARS-CoV2 a todos os seus colaboradores. Este investimento na proteção da saúde dos profissionais da APDP permitirá identificar possíveis assintomáticos, assegurando uma maior segurança no trabalho. A medida tem como objetivo garantir que a APDP continuará a funcionar normalmente para dar uma resposta eficaz e um acompanhamento em segurança às pessoas com diabetes.

 

Lisboa, 12 de outubro de 2020

 

A associação destaca que as pessoas com diabetes têm um risco de mortalidade por covid-19 superior, associado ainda a um maior risco de internamento.  Desta forma, defende que é fundamental não interromper os cuidados de saúde que devem, obviamente, ser prestados num ambiente o mais seguro possível.

 

“É importante encontrarmos estratégias que nos permitam adequar a nossa atividade habitual às novas condições em que vivemos. Os testes rápidos são a solução para ações mais imediatas que evitem a propagação do vírus SARS-CoV2. Para mantermos as nossas instalações abertas e assegurar o acompanhamento às pessoas com diabetes, precisamos de garantir a segurança no trabalho e identificar precocemente qualquer entrada do vírus na associação”, explica João Filipe Raposo, diretor clínico da APDP.

 

José Manuel Boavida, presidente da APDP, defende que “de uma política passiva de diagnósticos passamos para uma política de procura ativa de pessoas assintomáticas. Só desta forma conseguiremos identificar as cadeias de transmissão que estão a levar à atual situação nacional e internacional. Esperamos que esta experiência de reforçar a proteção da saúde dos trabalhadores, prevenir e evitar a propagação da COVID-19 na APDP, possa servir como exemplo a ser reproduzido noutros locais, para conseguirmos fazer frente à pandemia.”

 

A estratégia do processo de rastreio diário na APDP pressupõe que todos os dias, 10% dos colaboradores serão testados, o que significa que, no espaço de 3 semanas terão todos participado no processo de rastreio diário que utiliza um teste rápido de deteção do SARS-CoV2. A participação no rastreio é voluntária e repete-se de 3 em 3 semanas.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!