APDP apela a partidos políticos que desenvolvam iniciativas legislativas que concretizem a criação de um registo nacional da diabetes tipo 1

A APDP, juntamente com outras entidades da área da diabetes, conseguiu reunir mais de 4 mil assinaturas para a petição “Quantos somos com diabetes tipo 1?”. A petição, que apela à criação de um registo nacional da diabetes tipo 1, já foi entregue e discutida com a Comissão de Saúde e irá agora ser discutida em plenário da Assembleia da República.

 

Lisboa, 9 de outubro de 2020

A APDP apela aos partidos políticos para que desenvolvam propostas legislativas que promovam a criação deste registo, um instrumento que fornecerá dados exatos sobre a diabetes tipo 1 em todas as idades e que facilitará a construção de uma estratégia com real impacto.

“A responsabilidade está, agora, nas mãos dos grupos parlamentares e a APDP irá reunir com todos, para que não se perca a oportunidade de desenvolver uma proposta de lei que concretize esta intenção”, explica José Manuel Boavida, presidente da APDP.

“A incidência e a prevalência da diabetes tipo 1 está a aumentar e, sendo ainda uma doença pouco conhecida pela população em geral e pelos decisores de políticas de saúde, é crucial que existam dados concretos e atualizados como ponto de partida. Em causa estão entre 30 e 75 mil pessoas de todas as idades que morrem se não injetarem insulina.”, frisa João Filipe Raposo, diretor clínico da APDP.

Esta petição tem o apoio da Associação Mellitus Criança, do Grupo DiabéT1cos, da Sociedade Portuguesa de Diabetologia, da Secção de Endocrinologia e Diabetologia Pediátrica da Sociedade Portuguesa de Pediatria e do Núcleo de Estudos da Diabetes Mellitus da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!