8 conselhos práticos para controlar a diabetes no verão

O verão é uma época em que todas as pessoas precisam de adotar cuidados especiais para evitarem complicações de saúde. As pessoas com diabetes devem seguir com extrema atenção estes cuidados, particularmente pelo impacto que as temperaturas elevadas podem ter nas oscilações das glicemias. Durante este período, poderá ser necessário ajustar a medicação e aumentar a frequência da realização da medição de açúcar no sangue.

 

Lisboa, 16 de julho de 2020

 

Para enfrentar com maior bem-estar as temperaturas elevadas e assegurar a gestão da diabetes de forma eficiente, fique com 8 conselhos práticos da APDP:

 

  1. Mantenha uma boa hidratação! Durante o período em que as temperaturas estão mais elevadas deve beber entre 1,5 a 2 litros de água por dia e, se a temperatura ambiente for elevada, aumente as quantidades de água para manter a hidratação. O calor em excesso pode tirar o apetite e, com a ação da insulina, poderá aumentar o risco de hipoglicemia. Em contrapartida, a desidratação pode levar à hiperglicemia que agrava ainda mais a desidratação;
  2. Garanta um equilíbrio glicémico através do equilíbrio das refeições. Deve seguir uma alimentação saudável e equilibrada, estas devem ser leves e ricas em nutrientes. Uma alimentação fracionada, com horários estipulados e sem excessos alimentares é o ideal;
  3. Tenha em atenção o excesso de exposição solar. Evite o excesso de exposição solar, entre as 10h e as 16h, considerando o horário de pico em que o calor está mais intenso. Além disso, procure não administrar insulina nas zonas do corpo que estejam frequentemente expostas ao sol, uma vez que a velocidade de absorção aumenta;
  4. Exercite o seu corpo de forma saudável. O exercício reduz os níveis de glicose no sangue, ajuda a regular a tensão arterial e os níveis de colesterol. Tire proveito do bom tempo para exercitar o corpo no verão (caminhar, correr ao ar livre, nadar, andar de bicicleta, dançar). Contudo, tenha em mente a frequência e prática desportiva e não se esqueça que as atividades físicas em excesso ou esforço contínuo devem ser evitados;
  5. Descanse e durma bem. Aumente o bem-estar e procure relaxar;
  6. Proteja a medicação e os materiais de medição da glicose do calor. A medicação, via oral e/ou através de insulina não deve sofrer qualquer tipo de exposição direta ao sol ou estar em cenários em que sobreaqueça em demasia, como por exemplo no porta-luvas do carro. Além disso, a insulina, quando está a ser utilizada, deve ser conservada a temperaturas inferiores a 25-30º;
  7. Aposte em cuidados redobrados com os seus pés durante a época balnear. Durante este período, se existirem alterações de sensibilidade no pés, os cuidados devem ser redobrados sendo necessário evitar o calçado aberto, usar proteção dentro de água, evitar ter os pés molhados durante muito tempo, as meias não devem ter costuras internas,  utilizar meias de algodão para facilitar a respiração da pele e sem costuras internas;
  8. Se for viajar, não se esqueça do essencial! Organize uma caixa de primeiros socorros com medicação para enjoo, vómitos, diarreia, desidratação, alergia, febres e dores de cabeça. Viaje com um cartão em língua inglesa e do país a visitar informando que tem diabetes e as atitudes a tomar em caso de hipoglicemia (fornecido na APDP). Além disso, garanta que, para o tempo de viagem, tem tudo o que precisa desde alimentação, hidratação e conforto.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!